Tag Archives: fudge são paulo

Vai…e se der medo, vai com medo mesmo!

30 out

A Paula me descobriu por indicação de uma amiga. Precisava de algo para uma data especial. Pensava em pães de mel. Elisa, a amiga, contou pra ela sobre os fudges, mas ela nunca tinha experimentado. Sem problemas, afinal eu sempre mando uma amostra, e assim foi com a Paula também. Só que as amostras foram via Elisa, e eu nem precisei me preocupar com a entrega. Resultado: fudges provados, aprovados, orçados e encomendados.

O filho dela fez a primeira comunhão e os fudges personalizados foram entregues aos convidados no dia da missa.Combinei a entrega no dia 25, um dia antes da missa.Peguei o endereço e coloquei no mapa.

Hahaha, só rindo pra não chorar. Morumbi! Eu, que já sou uma pessoa perdida em locais conhecidos, nada sei do Morumbi.

Olha o endereço aqui, navega no Facebook lá, de repente, esta imagem:

Imagem

E lá fui eu, mapa na mão e rádio ligado. Coloquei o Rodrigo (meu filhote de três meses) no carro e fui para o Morumbi. As ruas parecem não ter nomes, e não tem recuo para você dar uma conferida. Mas fui, cheguei e entreguei. E a Paula, quando me viu, me disse “nossa, como você é bonita, parece com os fudges.”

Foi um dia com medo, mas sensacional para alguém que ainda está dormindo aos pouquinhos, de mamada em mamada! E ainda foi a primeira vez dos fudges como lembrancinha de primeira comunhão.

Primeira Comunhão

Foi tudo muito rápido

24 set

A Débora entrou em contato comigo via blog. Trocamos mensagens, ela me contou que era um casamento civil. Entreguei as amostras e ela me disse que entrava em contato. Pluf! Sumiu.

O casamento era no dia 21 de setembro e as amostras foram entregues no dia 02 do mesmo mês. Imaginei várias coisas, do tipo “será que fui grossa?”, “será que ela não gostou?”, “será…?”

Mas no dia 16 ela entrou em contato comigo, queria encomendar. Uau, será que daria tempo? A sorte é que conto com um serviço de gráfica muito eficiente (Haz Gráfica), que nos ajudou na montagem das etiquetas. Deu tudo certo. Eles disseram sim, e os fudges, mais uma vez,fizeram parte desta união. Que sejam felizes para sempre.

Image

5 anos da Luana e uma ‘fudgeconfusão’

4 ago

A mãe da Luana, a Mari, é minha amiga, ela inclusive que desenvolveu o folder da Juli M, você que já recebeu os fudges, já viu o folder.  Antes do nascimento, ela deu uma sondada para saber se seria possível fazer fudges para o início de agosto. Eu, super otimista, disse que sim.

A Mari acompanhou a minha gravidez pelas redes sociais e, depois, as primeiras semanas do bebê.  O tempo passou, o Rodrigo nasceu e ela ficou só observando os meus posts no FB. Até que, na semana passada, recebi uma mensagem dela, assim:

“Em primeiro lugar: Parabéns pelo Rodrigo!!! Ele e o Fefê estão uns fofos! Dá até vontade de ter mais um… Outra coisa, é que quero saber se você está aceitando encomenda de fudges? Nem ia perguntar, mas como estou vendo a sua disposição em cozinhar e até pintando a unha (!!!), estou indo contra todas as regras da boa educação! Kkkkkkkkk”

E ela não precisou falar duas vezes, com certeza os fudges da festa da Luana estavam garantidos. Tudo certo, decidimos o sabor, a cor do papel, ela me enviou a imagem e fez a encomenda.

P1090789

Mas, cometi um pequeno deslize (para mim uma enorme tragédia). Fiz uma conta totalmente errada e embalei menos do que o encomendado.  Ainda bem que ela é amiga e sabia da minha condição “mãe de bebê”. Contei com a ajuda do maridão de plantão para levar as 20 unidades que faltavam antes da festa começar.

Parabéns, Luana! Da próxima vez, prometo fazer as contas direito.

Henrique chegando!

22 fev

A Ciça é uma amiga nossa, e sempre acompanha as publicações do Juli M no Facebook. Um dia, nos encontramos e ela estava gravidíssima. Era dezembro e o Henrique, o irmão da Laura, já estava chegando. No final de semana seguinte haveria um chá de bebê e a mãe pensou em servir os fuges da Juli M na data do evento.

Será que daria tempo? Sim, em média, os fudges ficam prontos e 3 dias. No caso dos personalizados, é preciso que a gráfica esteja aberta.

Bem, voltando às lembrancinhas de chá de bebê. Como ninguém da família nunca tinha provado, pediu uma amostra. Provado e aprovado.

Imagem

Amor à primeira vista

13 fev

O primeiro contato da Audrey conosco foi por telefone, ela precisava saber se iriamos trabalhar na semana do Natal e Ano-Novo, já que o David iria nascer bem neste período. Sim, sim, pode contar com a Juli M, eu disse pra ela. Como ela nunca tinha provados os fudges, enviei uma amostra* para o endereço.

Fiquei super feliz, ela gostou tanto que encomendou as unidades personalizadas para dois chás de bebê, mas ela gostou mesmo das caixinhas de acrícilo. Mas as da amostra eram muito grandes para a maternidade, então pediu em um tamanho menor.

Conversamos, e acertamos o tamanho para a lembrancinha de nascimento (4x4cm). E voilá!

David

*Se você mora em SP e gostaria de receber uma amostra, entre em contato conosco pelo site.