Tag Archives: nascimento

João, filho da Fernanda e do Eduardo

25 jul

P1090642A Fernanda chegou inspirada. Sabia bem o que queria: a mensagem da etiqueta, tinha uma ideia para a imagem e a escolha dos tecidos foi bem rápida. Os fudges eram para o chá de fraldas e para a maternidade, para cada ocasião embrulhados de um jeito. O do chá de fraldas apenas embalado em papel alumínio e com etiqueta personalizada. Para a maternidade, tecido com dois fudges por trouxinha e tag personalizada. A única coisa sobre a qual ela ainda estava em dúvida era a quantidade. Queria encomendar 150 fudges de lembrancinha de maternidade. Uau! Calma, calma. Expliquei que achava muito e que talvez umas 60 unidades seriam o suficiente. Fechamos em 70 para a maternidade.

E o combinado é sempre este:
Me passe o contato de duas pessoas que vão estar no quarto para receber. Eu geralmente entro no estacionamento e só entrego, não vou até o quarto. Quando é parto normal, o procedimento é, assim que nascer, você pedir para alguém me ligar avisando e eu já me encarrego de fazer o pedido.

No dia 20/07, o Eduardo me ligou.

‘Alô, Juli?’
E eu já fui me adiantando.
‘É o marido da Fernanda, né? Acho que já posso te dar os parabéns.’
‘É, o João nasceu.’ Com aquela voz que a gente consegue “ver” o sorriso estampado no rosto, sabe?

Bem-vindo, João! É sempre emocionante fazer parte destas histórias.

Anúncios

Patrícia + Marcos = Klaus

21 jul

A Patrícia e o Marcos, pais do Klaus, são amigos de longa data. Quando soube do nascimento do pequeno, fiquei muito emocionada – agora que sou mãe a notícia da maternidade tem outro signifcado – e muito feliz – jamais podia imaginar que eles um dia seriam pais.

O Klaus foi planejado, como tudo o que a Patrícia faz. Por isso, junto com a notícia da gravidez veio também a encomenda dos fudges para a maternidade. E eu pensava: ‘mas ela está louca, ainda faltam 5 mêses e ela já está pensando nisto.’ Pois é, quisera eu ter sido organizada assim para a chegada do meu filhote.

Em uma visita à casa deles, antes do nascimento, ela me mostrou o quartinho dele. Eles estavam morando provisóriamente em um apartamento enquanto a reforma da casa não acabava. Mas tudo estava preparado para a chegada do Klaus, muito antes de ele nascer, as roupinhas estavam separadas por tamanho, o berço estava montado e o trocador, improvisado (segundo a mãe) estava lá feito sob medida para o berço do baby.

Uma alegria poder participar deste momento.

Imagem